segunda-feira, 14 de maio de 2012

Mudança de dores


Observe o meus olhos psicóticos que tenho agora,
você pensou que me conhecia, mas não descobriu nem a metade,
me chamou de vulgar nos momentos que preferia ouvir “eu te amo”,
não quero mais saber desse sentimento, por que isso sempre mata.
O meu whisky com meu cigarro, são apenas forma silenciosa do meu suicídio,
a cada gole e trago fico pensando uma maneira de esquecer e se vale ainda a pena,
o meu silêncio sempre foi uma forma de eu chorar e gritar,
fico nas noites olhando para o teto e me perguntado:

é bom se sentir assim? Sentir que está sendo enganado por alguém que ama?
com isso me faz lembrar de uma canção

“Amour Amour, Alle wollen nur, Dich zähmen
Amour Amour
Am Ende
Gefangen zwischen deinen Zähnen”

Eu tento de todas as formas esquecer o seu cheiro e o seu jeito
por um breve momento fico feliz desse momento nostálgico,
mas acabo lembrando o que você fez eu sofrer.

descobrir que certas ocasiões a sinceridade só de faz sofrer mais,
você fica esperando que suas palavras verdadeiras tenha mais valor,
isso só acaba se tornando pura ilusão que te mata por dentro,
e que nunca mais que saber desse maldito sentimento,

com o seu olhares fica me descartando se sentindo superior a mim,
aproveite comigo essa sua luxuria, por que não será jamais eu que fará você sentir o mesmo.
hoje em dia, a maior parte dos meus dias é esse conflito pessoal de amor e ódio,
esperando ao menos que você demonstrasse para mim, algum tipo de sentimento.

(L.F.R.)





Um comentário:

  1. Maravilhosa poesia realística de vida sentimento a flor da alma

    ResponderExcluir